034_GAR © 2011 3C Arquitetura e Urbanismo. All rights reserved.

034_GAR

PLANO DIRETOR RURAL DE GARIBALDI

Plano Estratégico e Regulador de Uso do Solo
Prefeitura Municipal de Garibaldi
Garibaldi, RS.
Plano – 2011

PROPOSTA
O Plano Diretor Rural do Município de Garibaldi é um instrumento político-administrativo e legal que determina regramento da ocupação e desenvolvimento territorial e da estruturação espacial em consonância com a zona urbana municipal e implementa Plano Estratégico com programas e ações concretas no intuito de estabelecer princípios, objetivos e metas para o desenvolvimento do território rural preservando suas qualidades ambientais para as futuras gerações, favorecendo o turismo e o desenvolvimento da indústria e produção agrícola do município.
O PDR tem como objetivo geral orientar o planejamento territorial para a zona rural do município, levando em conta e potencializando positivamente suas características ambientais, produtivas, turísticas e sociais., e como objetivos específicos:
-Definir as necessidades do município, especialmente aquelas ligadas a produção rural (especialmente a avícola e a vinícola), a produção industrial, ao turismo e ao desenvolvimento qualificado do ambiente natural e do ambiente urbano e sua espacialização;
-Estabelecer diretrizes, linhas de ação e projetos que conciliem a dimensão urbanística e ambiental com as políticas sociais;

-Envolver a comunidade garantindo a participação dos diversos segmentos da sociedade;
-Favorecer a articulação e convergência dos programas existentes no município para a área rural;
-Identificar oportunidades, ameaças, forças e fraquezas da zona rural do município de maneira prospectiva e propositiva na forma de Plano Estratégico;
-Definir diretrizes gerais para o desenvolvimento territorial, a partir da definição de projetos e formas de viabilização através do estabelecimento de parcerias público-privadas.

O Plano Diretor Rural de Garibaldi foi desenvolvido em 4 Etapas. A primeira,  Metodologia, apresentou um cronograma geral, onde estavam previstas todas as atividades a realizadar. A segunda, Leitura da Realidade, buscou a identidade do município, através de suas potencialidades e negatividades, através do levantamento realizado com mapas, dados sócioeconômicos e tabelas de dados. A etapa 3, Plano Estratégico,  desenvolve um panorama econômico para Garibaldi ,através de uma análise realizada após os resultados da etapa 2, apontando ações a serem desenvolvidas. A última etapa, etapa 4 – Projeto de Lei Completar.

Foto do local.Imagem do satélite.Mapa modelo espacial.Mapa da produção agrícola.Mapa topográfico.

Diagrama de diagnóstico.Tabela de usos.

Diretrizes estratégicas.Fluxograma do diagnósticoDiagrama de zonas.034_GAROficina participativa.

EQUIPE
Arq. Leonardo Marques Hortencio
Arq. Alexandre Pereira Santos
Arq. Paula Motta
Arq. Tiago Holzmann da Silva
Econ. Maria Alice Oliveira da Cunha Lahorgue
Arq. Leonardo Damiani Poletti
Arq. Paula de Moraes Lopes
Acad. Henrique Leite
Adv. Ricardo Libel Waldman
Soc. Eliete Gomes